Antigo mas futurista – Nokia Morph – Celular conceito nanotecnologico


Em 2008, respondendo ao lançamento de várias novas tecnologias móveis, a Nokia anuncia, através de uma parceria com a Universidade de Cambridge e o Nokia Research Center (NRC – Centro de Pesquisas da Nokia) , um novo conceito em aparelhos móveis. A ideia é pensar nas possibilidades oferecidas pela nanotecnologia para montar um novo aparelho revolucionário.

O projeto é o Nokia Morph. A princípio não é um projeto para um novo telefone celular, mas sim um conceito novo de desenvolvimento tecnológico. Pensou-se em como as ideias e desenvolvimentos em nanotecnologia podem ser integrados para desenvolver um aparelho móvel, mais prático, simples e interativo.

Só que esse conceito não é só para integrar ideias já existentes de nanotecnologia, mas também para se pensar em como utilizar a qualidade dos átomos e moléculas para criar tudo o que já seimaginou. Alguns dos objetivos que projetaram era um produto autolimpante, maleável, resistente, transparente e alimentado por energia solar. Será que tudo isso é possível em um aparelho pequeno, leve e confortável?

A Nanotecnologia

Já existe tecnologia para desenvolver telas flexiveis.Para se alcançarem estes objetivos, precisou-se pensar bastante em como a nanotecnologia funciona. Se você não conhece ou sabe o que é isso, leia este artigo, O que é Nanotecnologia.

Utilizando a estrutura atômica e molecular de maneira mais eficiente, pode-se pensar em maneiras melhores de criar novos materiais. O Nokia Morph teria seus circuitos eletrônicos e estrutura inteiramente feitos em escala nano para permitir isso. O primeiro objetivo a ser alcançado com isso é o desenvolvimento de um material transparente. Isso é possível ao alinhar os componentes do circuito de tal forma que permitam a luz passar com o mínimo de interferência.

Ao fazer isso, pode-se também fazer com que a luz passe ou seja emitida com interferência suficiente para criar uma determinada cor ou imagem. A estrutura do aparelho iria então projetar tal imagem, da forma como acontece nas novas telas AMOLED. Integrar a tecnologia das telas AMOLED com os avanços da nanotecnologia permitirá alcançar esse objetivo proposto pela Nokia.

A nanotecnologia permite construir estruturas de tamanho molecular.Outra forma de se utilizar a nanotecnologia é alinhar moléculas de tal forma a criar equipamentos super-resistentes, ao mesmo tempo em que se podem realinhá-las para deixar o mesmo material flexível. Sabe-se que isso é possível através do conhecimento do comportamento das moléculas de carbono: com ele cria-se o material mais resistente conhecido até hoje, o diamante, e um dos mais frágeis, o grafite. Desenvolvendo a tecnologia correta, pode-se conseguir alinhar e realinhar o material do aparelho para construir dispositivos ao mesmo tempo flexíveis e resistentes.

A Nova Tecnologia

As ideias de desenvolvimento de nanotecnologia não param no que já se conhece. A NRC quer desenvolver novas formas de alinhamento das moléculas para criar dispositivos nanotecnológicos a serem utilizados em seus aparelhos. Seus dois conceitos principais são a nanoflor (livre tradução do inglês nanoflower) e a nanograma (livre tradução do inglês nanograss, não confundir com a unidade de peso, o nanograma, equivalente a um bilionésimo de um grama).

Com a tecnologia desenvolvida pela NRC, pode-se alcançar muita coisa.A nanoflor seria a organização das moléculas de tal forma que elas se tornariam repelentes ou que não oferecessem pontos ou superfícies para nenhum produto grudar ou permanecer nelas. Ela tem esse nome porque sua estrutura seria parecida com uma flor em escala nano. Essa forma impediria a existência de pontas ou cantos para servirem de “gancho” para água, mel, sujeira ou suor e seria até capaz de não grudar as impressões digitais do usuário, compostas basicamente de micropartículas de gordura presas na superfície do objeto. Assim, a Nokia poderia desenvolver um produto sensível ao toque que não sofresse com a sujeira das mãos ou do ambiente.

Já a nanograma seria a responsável em captar energia solar. Na escala nano, ela funcionaria como um grande gramado, coberto por nanofilamentos fotossensíveis. Cada filamento seria capaz de absorver energia solar ou transformar a radiação do sol em energia elétrica. Cobrindo toda a superfície do aparelho com um “nanogramado”, garante-se que, enquanto houver luz, ele estará absorvendo e reabastecendo suas baterias. Isso, além de ecologicamente correto, é uma forma de diminuir o peso do equipamento eliminando a carga da bateria.

Conceito Nokia Morph

Juntando esses conceitos da nanotecnologia com as novas a serem desenvolvidas na parceria da Universidade de Cambridge com a NRC, pensou-se no Nokia Morph. Sua ideia inicial seria de um aparelho móvel, dobrável a ponto de mudar de forma, resistente, leve, impermeável e autolimpante.

Imagine uma lâmina transparente sensível ao toque, quase como uma tela AMOLED com tecnologia touchscreen. Ela poderia projetar em sua superfície um teclado QWERTY completo, uma tela de visualização de imagens e filmes ou uma área para acessar a internet ou programas como o MSN. Veja abaixo um pequeno filme ilustrativo das diferentes funções do Nokia Morph (em inglês, sem legendas).

Podemos utilizar esse recurso o quanto quisermos. Mas se queremos que o Morph fique do tamanho de um telefone celular, pode-se então dobrá-lo em três partes. Sua área de contato diminuiu e apresenta somente o necessário para fazer ligações telefônicas, como um teclado numérico e um visualizador de informações da chamada.

O conceito do Nokia Morph viria com um pequeno dispositivo auxiliar que serviria de fone e microfone, da mesma forma como os fones Bluetooth funcionam. Poderia-se utilizar o aparelho direto na orelha ou anexá-lo ao Nokia Morph para usá-lo como um celular normal.

E para carregá-lo consigo? A Nokia pensou em utilizar a capacidade de maleabilidade do Nokia Morph para dobrá-lo na forma de um bracelete, enquanto pode-se pendurar o fone com se fosse um broche. Além de tecnológico, os aparelhos Morph estariam na moda, pois, além de poderem ser vestidos, esses aparelhos reproduziriam qualquer cor ou padrão possível. Poderia-se inclusive tirar uma foto do tecido da roupa ou bolsa e fazer o aparelho imitar o padrão em sua superfície.

Nokia Morph além de dispositivos portáteis

A idéia do Nokia Morph é ir além dos dispositivos móveis, como o celular.Uma das ideias da Nokia é que o Morph seja utilizado em outros lugares. Pode-se, por exemplo, recobrir a superfície de um prédio com nanogramas, que alimentariam a construção durante o dia com a energia necessária para seu funcionamento sem que isso atrapalhasse a transparência das janelas. O mesmo pensamento é viável com carros e postes de luz.

Pode-se também recobrir a superfície de panelas ou eletrodomésticos com as nanoflores, facilitando assim a limpeza deles. Na prática, a aplicação dos conceitos do Nokia Morph em outros aparelhos seria ilimitada.

Previsões de Lançamento

Quando o conceito do Nokia Morph foi lançado, ele foi anunciado somente como um projeto, sem previsões de lançamento ou custo para o mercado. Ainda não há nenhum pronunciamento oficial do estágio de desenvolvimento ou pesquisa do projeto, mas existem rumores que algo será anunciado até 2011. Parece pouco tempo para se ter algo assim, mas quando filmes de ficção-científica como Minority Report anunciaram o amplo uso de telas touch-screen ou de tecnologias de detecção de movimento, não se imaginava o repentino uso do iPhone e o lançamento do Projeto Natal. Assim, o prazo para o lançamento ou pronunciamento do Nokia Morph para o mercado pode ser antes do que imaginamos.

Qual sua opinião sobre o Conceito do Nokia Morph? Você gostaria de ter um desses? Onde mais você gostaria de ver essa tecnologia sendo utilizada? Deixe aqui sua opinião e participe da discussão!

Enquando ele não chega ao mercado consumidor delicie-se com o futuro assistindo ao video abaixo:


Publicado em 26/04/2011, em Celular / Smartphone, Curiosidade, Novidades e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. weslley bexter

    nossa muito lindo eu queria poder ter um desse essa tecnologia ja tem no brasil?

    • Bem lindo é pouco, esse celular é um sonho de consumo de qualquer aficionado por tecnologia!
      Agora para ter um, só se vc morar no Japão e mesmo assim vc teria que estar no lugar certo e na hora certa, pois fora fabricados apenas uma 200 peças e distribuídas em uma cidade do país.

      Infelizmente teremos que nos contentar com imagens e vídeos…

      Abs!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: