Microsoft quer usar paredes como controle de videogame


Pesquisadores da Microsoft estão trabalhando em um sistema de controle que permite que cada superfície e cada cômodo de uma casa possam ser utilizados como painéis de controle para jogos de computador.

Isso inclui paredes, portas, janelas, móveis, o piso e, se você conseguir alcançar, até mesmo o teto.

Sensor eletromagnético

Ao contrário do Kinect, que inclui uma câmera sofisticada dotada de um sensor de profundidade, o novo sistema usa uma tecnologia surpreendentemente simples.

Todas as casas estão, por assim dizer, mergulhadas em um campo eletromagnético, criado pelos aparelhos elétricos e eletrônicos e pela fiação que distribui a eletricidade pelos cômodos.

Os pesquisadores da empresa desenvolveram uma técnica que reconhece gestos simples monitorando a posição de uma pessoa em relação a este campo eletromagnético.

Para isso, o jogador deve usar um sensor, que pode ser pendurado no pescoço ou no pulso.

O software de controle consegue rastrear cerca de 1.000 frequências diferentes captadas pelo sensor – e essas frequências variam de acordo com a posição do sensor e com a interação do corpo da pessoa com o campo eletromagnético.

Os testes mostraram que o mecanismo tem uma sensibilidade suficiente para identificar poses específicas, como colocar a mão em uma parede.

Paredes como controle de jogos

Os pesquisadores querem desenvolver um sensor que possa ser incorporado em telefones celulares, eliminando a necessidade de mais um dispositivo.

A seguir, eles planejam conectar o software a circuitos eletrônicos que controlam os eletrodomésticos, permitindo que as pessoas usem gestos para acender e apagar luzes ou ligar aparelhos.

É nessa etapa que entra o projeto de usar os gestos para controlar um console de jogos.

Ao contrário do Kinect, que detecta movimentos corporais, o novo sistema não exigirá que os jogadores fiquem na frente de uma câmera.

Segundo Gabe Cohn, um estudante de PhD na Universidade de Washington, que está trabalhando com a equipe da Microsoft Research, “Você poderá ter uma experiência de jogo de quarto inteiro.”

Sensor por toque

O sistema poderia ser usado até mesmo ao ar livre, porque a radiação eletromagnética das linhas de transmissão de energia, subterrâneas ou no alto dos postes, gera tensões que o sensor é capaz de rastrear.

Se o sensor puder se comunicar com uma biblioteca online de assinaturas de gestos – através do celular – os usuários poderão extrair informações do ambiente.

Por exemplo, o sistema poderia ser usado para enviar uma mensagem de texto com os horários dos ônibus ou do metrô para qualquer usuário que toque em uma determinada parte de uma parada de ônibus ou estação.

A empresa está considerando a possibilidade de liberar a tecnologia no formato de código livre, para que qualquer pessoa possa desenvolver aplicativos para o sistema.

Casas inteligentes

A ideia de usar a radiação eletromagnética gerada no interior das residências, e mesmo fora delas, não é nova, já sendo largamente considerada em projetos dentro do conceito de edifícios inteligentes.

Além dos sensores de parede, pesquisadores já propuseram o uso da fiação como uma antena para a troca de dados dentro de uma casa inteligente.

Publicado em 11/05/2011, em Entretenimento, Informática e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: