Quais são as diferenças entre DDR e GDDR?


Seja você um usuário comum de computadores ou um entusiasta da informática, certamente já deve ter ouvido falar dos termos RAM, DDR ou até mesmo do GDDR. Não é novidade que o padrão DDR melhorou muito o desempenho da memória, duplicando a velocidade com que os dados entram e saem do chip. Mas e quanto ao GDDR? Existe alguma diferença entre ele e o DDR? Fique ligado e descubra!

Memória para gráficos

O “G” na frente do DDR foi adicionado para diferenciar os tipos de memórias específicas para aplicações gráficas, formando o GDDR. Como o nome sugere, esse chip distinto é utilizado em placas de vídeo, consoles de video games, equipamentos de renderização de imagens, entre outros.

Placa de vídeo com os módulos de memória destacados (Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

Em essência, o GDDR é similar à memória RAM dos pentes acoplados à placa-mãe, já que usam a mesma arquitetura de armazenamento e também implementam o recurso DDR (Double Data Rate). As diferenças começam a surgir quando observamos as taxas de transferência com que elas trabalham, que precisam ser muito maiores quando o assunto é processamento de vídeo.

Assim como no sistema principal, a memória gráfica também sofreu modificações e melhorias com o tempo, sendo que cada novo padrão é identificado pelo número que vem logo depois do nome, variando de GDDR2 até GDDR5. A GDDR3 continua sendo a mais utilizada entre elas.

Chip de memória GDDR5 (Fonte da imagem: Divulgação Samsung)

Tensão e largura de banda

Largura de banda é o termo utilizado para definir o tamanho do caminho (também chamado de BUS) entre a memória e seu controlador. Quanto maior for essa largura, mais dados podem entrar e sair dos chips simultaneamente, contribuindo muito para a velocidade de processamento.

Desde que vieram para o mercado, há quase 10 anos atrás, as memórias DDR continuam usando uma largura de banda de 64 bits, podendo ser expandida para 128 bits se a placa-mãe disponibilizar o recurso de canal duplo (Dual-Channel). Em contraste, as placas de vídeo usam entre quatro e oito canais, permitindo uma interface de memória de até 512 bits.

Comparativo entre a evolução do GDDR e o DDR (Fonte da imagem: SolidyStated)

Além disso, o padrão GDDR trabalha com tensões menores do que o DDR comum, permitindo alcançar ciclos de clock mais altos e exigindo soluções de arrefecimento mais simples. A primeira versão do GDDR trabalhava a 2, 5 V, reduzidos para 1,5 V na versão GDDR5.

Nos PCs, o DDR3 é o mais alto padrão disponível no mercado, mas não por muito tempo. Empresas de semicondutores, como a Samsung, já estão empenhadas no desenvolvimento do DDR4, o que deverá duplicar a velocidade de transferência do padrão anterior, além de diminuir ainda mais o consumo de energia e aquecimento.

E por que não utilizam o GDDR como memória de sistema?

Apesar de ser melhor em muitos aspectos, a tecnologia do GDDR ainda não é a mesma utilizada no sistema principal por vários motivos. O primeiro é o custo mais elevado. Mesmo as placas de vídeo mais caras não chegam a ter 2 GB de memória GDDR, o que seria demasiado caro em computadores que já passam dos 8 GB de RAM.

Outro motivo é a dificuldade em adotar novos padrões. Placas de vídeo são quase como um computador à parte, já que possuem processador, memória, controladores, sistema de arrefecimento e até mesmo alimentação diferenciada. E como é apenas um fabricante que junta todos os componentes, como a XFX ou a MSI, fica mais fácil redesenhar o próximo modelo para utilizar as tecnologias mais recentes.

O mesmo não acontece com computadores. Além de ter muito mais subsistemas que precisam ser compatíveis entre si, a maioria dos PCs não são planejados e montados pelo mesmo fabricante (isso quando não é o próprio usuário), exigindo que o avanço seja mais lento para que todos possam acompanhar os novos padrões.

Publicado em 15/06/2011, em Curiosidade, Desktop, Informática, Notebook / Netbook e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: