Oferta de banda larga 4G no Brasil só será definida em 2012


Nesta sexta-feira, 1/7, foi publicado no Diário Oficial da União o decreto presidencial que estabelece a terceira fase do Plano Geral de Metas para Universalização da Telefonia Fixa, válido até 2015 e que tem o objetivo de aumentar a oferta de telefones fixos e coletivos em todo o País. Uma das determinações do documento é que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) realize a licitação, até abril de 2012, das faixas de freqüência de 2,5 Ghz, que serão utilizadas para a oferta de banda larga de quarta geração (4G).

O plano, que estabelece as metas de universalização que precisam ser cumpridas pelas operadoras de telefonia fixa, define também que a Anatel licite, no mesmo prazo da banda larga 4G, as faixas de freqüência de 450 Mhz, que vão permitir a oferta de telefone e banda larga para áreas rurais.

O documento ainda prevê que, até outubro de 2011, a Anatel adote as medidas regulatórias necessárias para estabelecer um padrão de qualidade para os serviços de banda larga. O objetivo é definir parâmetros de velocidade efetiva mínima e média de conexão, disponibilidade e regras de publicidade.

Ontem, 30/6, durante as negociações das metas de universalização, quatro operadoras assinaram um acordo com o Ministério das Comunicações, no qual se comprometeram a oferecer banda larga de 1 Mbps, por R$ 35 mensais, em até 90 dias.

Publicado em 04/07/2011, em Celular / Smartphone, Informática e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: